Fortaleza está protegida por cal

Chegou ao fim um importante processo que começou em novembro de 2017: o revestimento das paredes do Forte da Cinco Pontas com tinta e cal. A técnica, conhecida como caiação, ajuda a preservar o monumento de intempéries e a dar durabilidade à estrutura do edifício. O procedimento foi realizado pela Equipe de Acervo e Conservação do Museu da Cidade do Recife em parceria com o Estúdio especializado Sarasá. A caiação aplicada na Fortaleza de Cinco Pontas vai garantir uma película porosa que, consequentemente, ajudará na passagem do vapor de água, evitando assim o acúmulo de umidade, a propagação de fungos e o rompimento interno dos elementos constitutivos da fortificação.

Foto: Jadson Barros/MCR

By | 2018-04-17T18:08:59+00:00 17 de Abril de 2018|Notícias|0 Comentários

Deixar Um Comentário